sábado, 3 de janeiro de 2009

Voltar com essa notícia é muito bom! Mais um exemplo que temos que investir na inclusão!


No Recife, o professor Beto cuida de quatro turmas e faz planos para o futuro.

Você vai conhecer agora a história de Humberto Suassuna. Ele tem Síndrome de Down e dá aulas de natação no Recife. Ensinamentos que não se resumem apenas ao esporte. Era apenas uma atividade para melhorar a coordenação motora. Melhorou, não só o físico. “Psicológico. Eu digo a você que a melhor coisa é nadar”. E nadando, ele descobriu uma vocação. “Eu quero ser um professor de educação física”. Fez vestibular e foi aprovado. No curso de educação física, Humberto virou monitor e passou a dar aulas de natação num clube do Recife. “A virada olímpica foi ele que me ensinou”, disse um aluno. “Ele não é só um professor, mas é um amigo para mim”, afirma uma aluna. Em quatro meses, o professor Beto passou a acompanhar quatro turmas. Faculdade, estágio, emprego. A próxima etapa de vida que Beto quer alcançar não é profissional. Não está na sala de aula, muito menos na piscina. É na igreja. Beto quer casar. “Em dezembro de 2009 é o ano que eu estou terminando a faculdade, inclusive eu vou noivar. Pretendo casar, ter filhos e ser um bom homem, um bom parceiro, fiel, respeitando-a como ela merece”.


Fonte: Jornal Nacional - 3/01/2009

2 comentários:

Algodão doce disse...

OBA!!!!NOVA POSTAGEM!!!ADOREI!!! BJÃO,NATÁLIA.

Aninha disse...

Oiii, passei para dizer que tem um presentinho esperando por vc no meu blog. Passa lá...
aproveito tb para desejar um ano cheio de paz, alegria, amor e saúde.
Beijinhos